Comprovar ext4 ou desfragmentar ext4 ?

O pacote e2fsprogs contem um conjunto de programas para criar, escanear, comprovar, consertar e manter sistemas de ficheiros ext2/3/4. Se encontra advertências durante o arranque ou problemas sérios no seu GNU/Linux com este tipo de sistema de ficheiros, provavelmente o primeiro a ser feito debería ser comprovar ext4 e, se non fosse o bastante, enxergar os demais programas que inclui e2fsprogs (instalado ou disponível normalmente en qualquer distro).

Duas das tarefas mais comuns utilizadas são as focadas a desfragmentar e a comprovar (e consertar) diretórios ou partições completas. Em qualquera destes casos, sempre é aconselhável, ou mesmo é mandato, faze-lo com os sistemas não montados. Portanto, o ideal é usar uma imagem “viva” (live), por exemplo um usb com uma distribuição GNU/Linux que permita seu uso sem ser instalada.

Desde a perspectiva do consumo de tempo, com certeza, o primeiro passo é comprovar e consertar porque a desfragmentação demora demais, até días se os discos são grandes em equipamentos antigos.

Comprovar ext4

Comprovar ou verificar uma partição responde a procurar e arranjar problemas no sistema de arquivos. Ao comprovar uma partição também se pretende acrescenatr o sistema de arquivos até encher a partição. Usa-se quando um sistema de ficheiros journal (ext3 o ext4) é apagado incorretamente.

Exemplo:comprovar ext4

e2fsck -f -y -v -C 0 /dev/sda1

-f Força a verificação mesmo se o sistema parece limpo
-y Asume a resposta afirmativa a todas as questões e desta maneira, obvia a interação com e2fsck
-v Modo verboso, oferece abuntante informação
-C 0 Para que e2fsck mostre a evolução da sua evolução (num console)

Também podemos optar pelo uso do aplicativo gráfico GParted. Neste caso o processo é como segue:

GParted > selecionar partição a verificar > menú Partição > Verificar > Aplicar

Desfragmentar ext4

Esta opção, insisto, consume muito tempo, às vezes até días se selecionamares um disco duro completo e bem grande. O programa e4defrag procura a maior continuidade possível dos bloques no sistema de ficheiros, melhorando, deste jeito, sua velocidade de acesso. É possível desfragmentar uma partição ou simplesmente um diretório o arquivo.

Exemplo:

$ sudo e4defrag -c -v diretorio/

-c Analiza a fragmentação atual, a ideal a ser atingida e calcula seu trabalho a partir disso.
-v Imprime a fragmentação ideal para cada arquivo.

Em askubuntu tratan este assunto: “How to defrag an ext4 filesystem“.

Share

Deixe um comentário

Uso de cookies y aviso legal

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies